Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
escuchar_post
amenidad_post
carrera_liderazgo
recursos
web-story
opinion_post

O futuro das finanças na América Latina e no Caribe

janeiro 23, 2022

Compre agora pague mais tarde: reacendendo o crescimento na América Latina

nov 23, 2021

compre-ahora-pague-despues-provenir

José Luiz Vargas ProvenirEm meio a um ponto de virada no comportamento do consumidor online na América Latina, o crédito no ponto de venda está sendo reimaginado, escreve José Luis Vargas, vice-presidente executivo e gerente-geral para a América Latina da Provenir

Patrocinado por ProvenirNa América Latina, o pagamento parcelado é predominante há mais de 30 anos. A prática tem sido altamente popular em países como México, Argentina, Brasil e Colômbia, tanto em compras na loja quanto em compras online. Juntamente com o advento da internet, o aumento da digitalização e a mudança das preferências dos consumidores, a reforma tecnológica e regulatória acelerou a adoção e o uso de opções de pagamento eletrônico em todo o mundo.

No entanto, o último ano marcou um ponto de virada no comportamento do consumidor online na América Latina. As compras online expandiram-se em popularidade e valor nos últimos meses, à medida que mais clientes se voltaram para o e-commerce para satisfazer suas necessidades. A receita do e-commerce aumentou 230% mês a mês, somente em abril de 2020.

Espera-se que esses números continuem subindo. Até 2025, prevê-se que a receita cresça para 3,3 bilhões de dólares por meio de canais de comércio eletrônico globalmente.

No entanto, um número crescente de pessoas em todo o mundo permanece desbancarizadas e incapazes de obter serviços financeiros básicos. Devido à falta de acesso à infraestrutura financeira cada vez mais digitalizada da sociedade, seu poder de compra e opções de compras online podem ser severamente limitados.

É aqui que a reimaginação da opção de pagamento compre agora, pague depois (BNPL, na sigla em inglês) entra em jogo. Dado o fato de que grandes segmentos da população têm lutado financeiramente ao longo do último ano, os serviços de BNPL têm sido parceiros de instituições financeiras e outras empresas, para agilizar o processo de subscrição e mitigar fraudes.

Pessoas físicas que utilizam a BNPL, ou crédito parcelado no ponto de venda, podem receber suas compras imediatamente sem ter que pagá-las todas de uma vez. Os consumidores, geralmente, pagam uma parte do preço de compra adiantado, depois pagam o resto em um determinado número de parcelas. O fenômeno BNPL está se espalhando rapidamente pelo mundo. No segundo trimestre de 2020, a vertical aumentou 197% em relação ao ano anterior.

Os consumidores escolhem opções de pagamento BNPL, porque elas permitem que eles façam grandes compras facilmente. Isso faz com que compras maiores se sintam menos desagradáveis, aumentando assim as taxas de conversão para os comerciantes. Aliado à conclusão da venda, comprar agora e pagar depois ajuda a estimular a inclusão na América Latina e cria oportunidades de crédito para pessoas físicas em toda a região.

Completando a venda

Em sua totalidade, o ecossistema de e-payment é dinâmico e multifacetado. Reúne participantes incluindo o pagador e o beneficiário, bem como prestadores de serviços de pagamento no front e no back-end, para atender à nova demanda do consumidor.

Ao longo do último ano, o comportamento e a expectativa do consumidor mudaram significativamente e de várias maneiras. Aqueles que preferem fazer o parcelamento de suas mercadorias sem pagar juros estão indo para o mercado de BNPL, o que lhes oferece muito mais flexibilidade do que os métodos tradicionais de pagamento.

As alternativas de comprar agora e pagar depois incentivam a fidelização do cliente, diminuindo a taxa de abandono do carrinho digital. Mais transações são concluídas quando as preocupações com preços ou acessibilidade são aliviadas ou removidas da transação.

Os serviços de BNPL proporcionam aos consumidores latino-americanos flexibilidade incomparável que as compras online não ofereciam inicialmente. O que costumava ser um processo de duas etapas – no qual o cliente comprava coisas online e depois pagava por elas usando um método de pagamento à vista – agora se transformou em um ecossistema de pagamento mais inclusivo, onde indivíduos que precisam de dinheiro ou aqueles que procuram comprar itens de grande valor, podem facilmente gerenciar suas finanças.

As soluções de BNPL estão provando ser uma ótima maneira de não apenas conceder crédito a usuários em economias emergentes que não têm acesso a um cartão de crédito, como também eliminar o atrito no checkout. As soluções digitais de compre agora e pague depois estão bem posicionadas para melhorar a acessibilidade das compras online e tornar mais transações de e-commerce possíveis.

Patrocinado por Provenir

Estimulando a Inclusão na América Latina

Em uma região onde uma grande porcentagem de pessoas permanece sem bancos, há clientes em potencial que o mercado ainda não detectou ou se comunicou. Nesse sentido, os pagamentos parcelados têm auxiliado na modernização da América Latina e no enriquecimento da classe média de muitas formas, oferecendo acesso sem precedentes à tecnologia e a serviços de viagem. Com sua adição, segundo o EBANX, os planos de parcelamento são usados para pagar 60% das transações de e-commerce.

Ao aproveitar fontes alternativas de dados, usuários anteriormente sem bancos podem começar imediatamente a usar serviços BNPL sem ter que passar por nenhuma verificação de aplicação ou de antecedentes. Eles também podem adiar os pagamentos por períodos mais longos do que os ciclos mensais de faturamento do cartão de crédito, diversificando assim o acesso dos consumidores aos produtos e dando-lhes mais flexibilidade na gestão do fluxo de caixa.

Em sua forma mais simples, programas de comprar agora e pagar depois, geralmente, espelham os mesmos benefícios que cartões de crédito, sem os pagamentos de juros. A eficiência com que as soluções BNPL operam proporciona aos indivíduos previamente negligenciados a oportunidade de melhorar sua saúde de crédito a longo prazo por meio de compras iniciais e repetidas.

Criando oportunidades de crédito

Com a popularidade do modelo de pagamento BNPL em constante desenvolvimento, é fundamental entender sua posição no mercado e como os dados alternativos estão auxiliando o processo de subscrição para garantir que esses microcréditos sejam aprovados no momento da compra e possam ser aplicados instantaneamente para a conveniência do consumidor.

Os provedores de serviços BNPL lucram com as taxas de transação impostas aos comerciantes, enquanto os comerciantes se beneficiam de um maior alcance do cliente, conversões de carrinhos e volume de vendas. Os provedores de BNPL também usam sua própria verificação de crédito flexível para verificar a capacidade de pagamento do cliente, removendo a maior parte do risco de não pagamentos e fraudes dos ombros do comerciante.

Ao recorrer a fontes não tradicionais de dados de crédito, incluindo atividades de transações bancárias, serviços de assinatura e histórico de pagamento de serviços públicos, os credores podem obter uma melhor imagem geral do consumidor e aprovar indivíduos em tempo real.

O fenômeno compre agora e pague depois está ganhando impulso na América Latina e com ele vem a expansão do acesso do consumidor ao crédito no ponto de venda. Como resultado, os comerciantes latino-americanos estão bem posicionados para construir suas operações de comércio eletrônico, fornecendo aos clientes opções de pagamento convenientes que liberam dinheiro e aumentam as vendas.

José Luis Vargas é vice-presidente executivo e gerente-geral da Provenir América Latina. Nesse cargo, Vargas é responsável por liderar os ambiciosos planos de expansão da Provenir para triplicar sua presença na região.

Durante sua carreira, Vargas construiu e liderou equipes de vendas, desenvolvimento de negócios e consultoria de sucesso. Ele é apaixonado por inclusão financeira, tecnologia e inspira uma cultura de alta performance.
Patrocinado por ProvenirAntes de ingressar na Provenir, Vargas atuou em vários cargos de liderança na FICO, incluindo consultor-sênior de negócios nas Américas e Ásia, diretor-regional sênior na LAC e vice-presidente & diretor-geral para a Europa Ocidental & Israel. Antes de ingressar na FICO, passou cinco anos no setor de serviços financeiros do México e América Latina, trabalhando para o Scotiabank e o Citibank.

Você recebe as newsletters da iupana?

Mantenha-se atualizado com as notícias críticas de negócios sobre banco digital, pagamentos e fintech na América Latina, em sua caixa de entrada às sextas-feiras

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar

error: Por favor, respeta nuestro trabajo: La reproducción de nuestros contenidos está estrictamente prohibida.