Descubre el futuro de las finanzas en América Latina y el Caribe

The future of finance in LatAm & the Caribbean

O futuro das finanças na América Latina e no Caribe

Boas Fontes: Como cobrar melhor o crédito?

out 20, 2023

Por Ivis Aguilera

1090X564 PT (1)

Contamos as notícias mais importantes da semana em banco digital, fintech e pagamentos na América Latina

O unicórnio mexicano Stori quer entrar no mercado com sua caderneta de poupança com rentabilidade de 15%, um porcentual bem acima de suas fintechs e dos concorrentes bancários, o que deve acirrar a concorrência no ecossistema. Mas será uma estratégia sustentável?

Além disso, conversamos com especialistas do Mercado Pago, Afluenta, Cumplo e ADL Digital Lab sobre como facilitar a cobrança de crédito. E ainda: no México, o Nubank quer ser um “banco”; Cencopay lança carteira na Argentina e será que o Santander fecha seu spin-off no Chile? Também analisamos sandbox de modelos inovadores que nunca decolaram.

Isso e muito mais em nosso resumo semanal.

 

Leia a nota principal aqui: Stori acirra concorrência na poupança com alíquota de 15%

 

#JogadasEstratégicas📊

As mulheres mais disruptivas de 2023

É uma honra anunciar as vencedoras da quarta edição do prêmio Las Disruptoras 2023 da iupana. Sob os preceitos de inovação, liderança, desafios superados e impacto causado no ecossistema, destacamos as mulheres que criaram tendências em finanças digitais na América Latina:

  • Beatriz Durán, chief strategy officer, Syncfy
  • Carolina Giraldo, líder de BaaS, Bancolombia
  • María del Pilar Correa Hoyos, CPO, Nequi
  • María Ignacia Jofré, cofundadora, CGO, Clay Technologies
  • Marlene Garayzar, cofundadora, Stori

Esperamos por você, no dia 8 de novembro, em um evento virtual de alto nível, no qual — além de premiar Las Disruptoras — nos juntaremos a elas e a outras figuras do ecossistema em painéis abordando o papel da inteligência artificial na inclusão com visão de gênero e como preencher a lacuna para as mulheres na liderança. Conheça toda a programação, participe e inscreva-se aqui.

Créditos na América Latina: a cobrança começa no processo de entrega

A América Latina ainda é terreno fértil para a colocação de produtos de crédito, desde que as fintechs utilizem tecnologia para gerenciar riscos, concordaram especialistas do setor ao participarem de webinar organizado pela iupana, na última quarta-feira (18/10). Participaram porta-vozes do Mercado Pago, Afluenta, Cumplo e ADL Digital Lab.

“Muita coisa está no próprio processo de crédito: não fornecer valores que o cliente não possa pagar; dar-lhe a tecnologia para que todo o caminho de reembolso do crédito seja um caminho com poucos obstáculos”, disse Gabriel Rosado, CEO da Afluenta, uma fintech argentina dedicada a empréstimos. Acesse aqui e conheça as oportunidades de colocação de crédito na região.

Nu Mexico solicita licença bancária

Nubank apresentou um pedido à Comissão Nacional Bancária e de Valores Mobiliários (CNBV) para obter sua licença bancária no México. Se aprovada, a entidade poderá oferecer uma gama mais ampla de serviços, como limites mais elevados de depósitos, opções de investimento e folha de pagamento, explicou a empresa em comunicado. Até agora, a fintech opera sob licença sofipo.

Santander migra usuários de Superdigital no Chile

O Santander Chile está em processo de descontinuação da conta pré-paga Superdigital, disseram fontes à Chócale. Embora o spin-off tenha tido um crescimento significativo de clientes, no fim de 2022, passou a incentivar os usuários a mudarem para a conta digital Más Lucas, ao mesmo tempo que suspendia concursos e promoções. Além disso, houve um aumento relatado nas reclamações sobre problemas com transferências nas últimas semanas. O Más Lucas, lançado em março deste ano, também é do Santander.

CencoPay chega à Argentina

O conglomerado varejista chileno Cencosud apresentou na Argentina sua carteira digital CencoPay, com a qual os usuários poderão realizar diversas operações como pagamentos com códigos QR. Este lançamento se junta à tendência crescente de empresas tradicionais do setor comercial que se aventuram na área de fintech, a exemplo de Walmart, Carrefour e Mercado Livre. Na semana passada, falamos com o grupo retalhista, Unicomer sobre o relançamento da sua aplicação com o objetivo de melhorar a sua oferta focada em créditos.

Além do mais…

 

#Regulamento👩🏻‍⚖️

O que aconteceu com o Sandbox no México?

O acesso ao Sandbox ou ao novo modelo tem sido um desafio para as fintechs mexicanas devido a regulamentações rigorosas, altos custos e requisitos extensos. Até o momento, nenhuma dessas empresas conseguiu a inclusão no espaço. Na iupanaPRO conversamos com alguns deles, explorando detalhadamente os obstáculos em seu processo de participação.

Exclusivo – Costa Rica mira regulamentação de crowdfunding 

A Costa Rica está modernizando a sua regulamentação financeira, considerando a inclusão do financiamento colaborativo no seu desenvolvimento e supervisão. O superintendente de valores mobiliários e seguros, Tomás Soley, contou à iupanaPRO os detalhes da nova regulamentação que seria inspirada em experiências de países como Chile e México.

 

#Investimento💰

Nexu levanta US$ 20 milhões para financiamento de automóveis

A fintech mexicana Nexu levantou US$ 20 milhões em uma série B, com o objetivo de impulsionar sua plataforma de financiamento de automóveis. A empresa trabalha com revendedores para oferecer crédito no ponto de venda.

 

#iupanaExclusive 🔥

Por que empresas de telecomunicações como Bitel e Claro decidiram ir além da infraestrutura e entrar no mundo das fintechs? Numa reviravolta na indústria das telecomunicações, estas empresas exemplificam uma estratégia de diversificação da oferta e de redefinição dos modelos de negócio tradicionais, em busca de maiores rendimentos.

  • O declínio das chamadas tradicionais face ao crescimento das comunicações baseadas em dados motiva as empresas telefônicas a explorar as fintechs.
  • No entanto, esta transição é limitada pela regulamentação financeira e requer investimentos consideráveis.
  • Apesar dos obstáculos, as empresas veem as finanças digitais como uma forma de renovar os seus serviços e servir uma clientela diversificada.

Descubra os detalhes de como o mundo das telecomunicações está sendo reinventado em nossa reportagem especial de iupanaExclusive.

Acompanhe as tendências de bancos digitais, pagamentos e fintechs na América Latina

Junte-se aos líderes mundiais em tecnologia financeira que leem os relatórios da iupana